Levantamento da Secretaria de Segurança Pública também mostra redução significativa de crimes como roubo a transeuntes, roubos de veículos e roubos a comércio em Goiás

Cento e sessenta e cinco municípios goianos não registraram homicídio no primeiro trimestre de 2024, e em todo o estado houve redução de 24% nesta modalidade de crime no período. Os dados foram compilados pela Secretaria de Segurança Pública (SSP-GO). Para o governador Ronaldo Caiado, os resultados mostram que as forças policiais goianas estão cumprindo sua missão constitucional. “Hoje 7 milhões de pessoas são as grandes beneficiárias deste trabalho. Nossa polícia é a melhor do país e é feita para proteger o povo”, acrescenta.

Divulgado esta semana, o levantamento da SSP-GO também aponta números positivos em outras modalidades de delitos. Na comparação com o mesmo período do ano passado, de janeiro a março deste ano houve redução, por exemplo, de 33% nos casos de roubo a transeuntes e 34% em roubos de veículos e roubos a comércio.

Ainda no segmento de crimes violentos contra o patrimônio, os casos de roubos em residência caíram 14% no primeiro trimestre do ano; roubos de cargas, 92%. Mais uma vez, não houve qualquer registro de roubo a instituição financeira. Os crimes não violentos contra o patrimônio seguiram a tendência de queda. Os furtos de veículos recuaram 27%; furtos em comércio, 16%; furtos em residências, 20%; e furtos a transeuntes, 34%.

A segurança rural foi outra área que obteve resultados positivos, com redução de 20% nos roubos em propriedades rurais e 6% nos furtos de propriedade rural. O investimento em tecnologia e infraestrutura, como o Centro de Comando e Controle Rural, tem contribuído para tornar a segurança no campo em Goiás uma referência para o país, com monitoramento 24 horas e atuação em todos os municípios goianos.

Comparação com 2018
Em relação ao primeiro trimestre de 2018, os resultados alcançados pelas forças de segurança estaduais de janeiro a março de 2024 são ainda mais expressivos. Para citar alguns exemplos entre os crimes de naturezas prioritárias, os homicídios dolosos caíram 61% na comparação entre os dois períodos; latrocínios, 83%; roubos a transeuntes, 88%; roubos em comércios, 89%; roubos de veículos, 94%; roubos de cargas, 99%. Já os roubos a instituições financeiras foram zerados.

Foto: Secom

Secretaria de Comunicação – Governo de Goiás

About Author